Chá de sementes de melancia: benefícios e como fazer

0
2663

Você sabia que pode fazer chá de sementes de melancia? O principal benefício desta infusão é prevenir infecções, melhorar a função renal e proteger o fígado.

Além disso, esta infusão pode ajudar a diminuir o colesterol e acelerar o metabolismo, aumentando assim a perda de peso.

Confira mais detalhes sobre esses benefícios a seguir e aprenda a preparar e beber adequadamente o chá dessas sementes.

Benefícios do chá de sementes de melancia

Estimula o funcionamento dos rins

O chá feito de sementes de melancia ajuda a estimular a função renal devido ao seu efeito diurético. Isso significa que ele pode funcionar aumentando a quantidade de urina produzida pelo corpo.

Medical imaging rins - órgãos masculinos- — Fotografia de Stock

Além de estimular a função renal, o chá também ajuda a eliminar o sódio. Portanto, a infusão também promove um efeito hipotensor, ou seja, diminui a pressão arterial.

Este aumento na produção de urina também pode prevenir a formação de pedras nos rins.

Protege o trato gástrico

Ácido gástrico — Fotografia de Stock

Outro benefício dessa infusão é que ela pode proteger o estômago de úlceras gástricas. Isso ocorre porque as sementes aumentam a produção de muco que se alinha e protege a parede do estômago.

Em um artigo escrito pelo Departamento de Farmacologia e Terapêutica da Delta State University, na Nigéria, os pesquisadores descobriram que o efeito protetor promovido pelas sementes de frutas é semelhante ao das drogas ulcerativas industriais.

Além disso, as sementes conseguem reduzir a produção de ácido estomacal e proteger a área dos danos causados ​​por ácidos e bactérias.

Para proteger o estômago, o chá pode prevenir o processo inflamatório das úlceras e aliviar a dor causada pelas úlceras.

Primeiro, você precisa saber que a inflamação é a resposta natural do corpo a possíveis ameaças. Esse processo ocorre porque o corpo libera histamina, que é um vasodilatador que aumenta o fluxo sanguíneo na região.

O objetivo é introduzir mais equipes de defesa para resolver esse problema. No entanto, tudo isso pode causar vermelhidão e dor. Mas o papel das sementes é evitar que isso aconteça.

Finalmente, as sementes ainda podem proteger o fígado dos danos causados ​​pelo abuso do álcool, consumo excessivo de gordura e drogas.

O efeito hepatoprotetor é derivado dos antioxidantes presentes no óleo da semente, que agem evitando que esses e outros compostos danifiquem as células do fígado.

Regula o funcionamento do intestino

Intestino pequeno e grande — Fotografia de Stock

Pesquisadores da Farmácia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) constataram que, além dos benefícios já citados, as sementes de melancia também são ricas em fibras alimentares.

Para cada 100 gramas de sementes frescas, cerca de 15 gramas são compostas de fibra. Quando o pó de semente é usado, o valor chega a quase 41%.

A fibra alimentar é essencial para o funcionamento normal dos intestinos. Isso ocorre porque eles formam uma espécie de gel no estômago devido à sua capacidade de reter água. O gel é transportado para o intestino, onde estimula o crescimento de bactérias boas e evita que as fezes sequem.

Além disso, aumentam a produção de gases, ampliando a passagem do intestino. O resultado é que as fezes ficam com a consistência ideal, aliviando problemas como constipação e diarreia.

Reduz o colesterol

Sementes de melancia

No que diz respeito às fibras, é importante ressaltar que elas são uma das razões para a redução dos níveis de colesterol no sangue. Isso porque eles reduzem a absorção desse tipo de gordura pelo organismo, diminuindo assim o impacto da substância no sangue.

Essa redução ocorre porque o colesterol ruim (LDL) fica “preso” no gel formado pelas fibras. Desta forma, é mais fácil eliminar pelas fezes.

Além disso, pesquisas da UFPR mostram que essa parte da melancia é rica nos chamados ácidos graxos, principalmente o ácido oleico ou ômega-9, que responde por quase 20% dos lipídios das sementes.

Este ácido é um poderoso antioxidante que pode reduzir diretamente o LDL. Mas também é importante para reduzir o açúcar no sangue e proteger o corpo contra doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer.

confira: Chá de canela: veja para que serve e se realmente emagrece

Auxilia na perda de peso

Mulher jovem e bonita com jeans grandes, isolado no branco — Fotografia de Stock

Finalmente, o chá também ajuda a perder peso, o que se deve principalmente às fibras alimentares. O que acontece é que essas enzimas incham no estômago e aumentam a sensação de saciedade.

Além disso, a fibra quase não tem energia, o que faz com que o corpo queime mais gordura para se manter.

Vale ressaltar também que as sementes possuem baixo teor de carboidratos e alto teor de proteínas. Isso o torna menos vibrante. No entanto, eles podem ajudar a formar novas fibras musculares e aumentar a massa da carne magra.

Como fazer e consumir o chá?

Ingredientes:

  • 500 ml de água filtrada
  • 2 colheres (de sopa) de sementes de melancia.

Modo de preparo:

Na hora de fazer o chá, é necessário usar sementes secas e deixá-las secar durante a noite em local ventilado para que toda a água evapore. Então, moa-os.

Em seguida, ferva a água até começar a fazer espuma e acrescente as sementes e cozinhe por 10 minutos. Depois disso, desligue a fonte de fogo e cubra a infusão até que esfrie.

O chá é feito para ser consumido em pequenas quantidades ao longo do dia. Mas o aviso importante é: não o armazene por mais de 24 horas, para não perder seu desempenho benéfico.

Existe alguma contraindicação?

Não encontramos contra-indicações para o consumo de chá de semente de melancia. Isso significa que é seguro, mas não deve ser usado como tratamento exclusivo sem orientação médica.

A infusão deve ser usada como um complemento à terapia tradicional. Além disso, é necessário evitar overdose e comer com moderação.

confira: Bebida poderosa para perda rápida de peso em 5 dias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui