Como mudar a alimentação de uma vez por todas em 2021

0
240

Como mudar a alimentação? É provavelmente uma das perguntas mais comuns feitas por pessoas que desejam desenvolver um estilo de vida saudável.

Regime é uma palavra que causa ofensiva e com razão. Por isso, se você quer aprender como mudar a alimentação em 2021 de forma definitiva, é preciso pensar em reeducação alimentar.


O que é reeducação alimentar?

A reeducação alimentar é primeiro compreender o impacto dos alimentos no corpo e na mente. Isso significa desfrutar do prazer de comer e trazer mais saúde em todos os aspectos da vida.

No entanto, como acontece com qualquer mudança, você precisa se concentrar em organizar o tamanho da porção e a ingestão de cada alimento. Com o passar do tempo, essa mudança se torna natural e duradoura.

Giovana Morbi, especialista em nutrição clínica e ortomolecular, acredita que não é necessário abandonar as festas para iniciar ou reeducar novos hábitos alimentares. Para ela, “alimentação social é um conceito que tem como foco a nutrição funcional e visa combinar esses dois pontos de forma saudável, aumentando assim a felicidade e a qualidade de vida”.

Como mudar a alimentação em 2021? 

Para quem quer saber como mudar a alimentação em 2021, fique atento às nossas dicas.

Mude a mente

Você reflete sobre o que você come?Você já parou para pensar em como se sente quando fica louco por comida açucarada e gordurosa? Nossos pensamentos são mais fortes do que pensávamos. Portanto, se você quiser aprender como mudar sua dieta em 2021, mude de ideia.

Quando estamos ansiosos, estressados ​​ou tristes, tendemos a comer mais para aliviar a tensão diária. Este é um grande problema porque a mente associa a comida calórica a esse prazer. Como mudar isso?

Devem ser feitos esforços para fazer com que a mente associe o prazer a alimentos e atividades saudáveis. É uma mudança difícil, mas basta dar o primeiro passo. O apoio de alguns profissionais pode ajudar uma pessoa a implementar mudanças.

Encare os problemas e estipule metas possíveis

Ainda nessa linha de pensar em entender seus sentimentos e relacioná-los com a comida, existe outra boa forma de trocar os alimentos para sempre: enfrentar os problemas.

Se você sentir dor, estresse, tristeza, ansiedade, baixa auto-estima, tudo isso pode ser a causa de uma alimentação inadequada. Esses incentivos podem formar hábitos ruins. Lidar com eles é uma solução difícil porque arrasta tudo por dentro, mas é possível.

Para desenvolver um novo hábito de comer demais, precisamos lidar com nossos próprios problemas e depois resolvê-los. Portanto, podemos assumir nosso compromisso com a mudança. Calma, porque requer tempo e dedicação.

Faça uma substituição inteligente

Comer bem não é tão difícil. São milhares de alimentos nutritivos, saudáveis ​​e deliciosos. Por exemplo, substituir a farinha branca por massa de trigo integral, pão e biscoitos é uma questão simples. Embora não sejam alimentos de baixa caloria, são ricos em vitaminas e fibras.

Já é possível substituir os queijos mais calóricos, como Parmesão, Provolone e Mussarela, por queijos brancos (Minas Frescal, ricota e queijo). Em vez de fritar alimentos e carnes, faça grelhados para carnes magras.

Para fazer substituições inteligentes e aprender como mudar sua dieta de uma vez por todas, você não precisa ser um especialista em nutrição. Conheça apenas os alimentos saudáveis ​​prejudiciais e benéficos.

Prefira alimentos orgânicos!

veja também: Reeducação alimentar: 3 simples passos para emagrecer

Coma o que desejar, mas com moderação

A principal dificuldade em aprender a mudar os alimentos é a restrição alimentar. Muitas pessoas acreditam que uma dieta saudável sempre evita gorduras, calorias e açúcares. Não é bem assim.

Se eu falar que não se deve consumir álcool, provavelmente eu estaria acabando com a felicidade de muitas pessoas nos finais de semana. Sair pra tomar uma cervejinha e bons drinks com os amigos é parte da vida de muitos. 

Da mesma forma, não comer uma pizza ou um hambúrguer de vez em quando seria péssimo para muitas pessoas. 

É uma maneira feliz e saudável de limitar tudo isso? claro que não. A menos que você tenha orientação médica para restringir certos alimentos, coma bem e coma qualquer coisa.

A palavra-chave é moderação. Comer não é exagero. Sem comida gordurosa! Existem alguns procedimentos que podem promover o acúmulo de gordura. Tudo depende do contexto e de muitos fatores.

A disciplina alimentar é fundamental. Você pode comer dois biscoitos recheados, mas não o pacote inteiro de biscoitos (a menos que seja um atleta com um metabolismo super rápido). Dois “quadrados” de chocolate, mas não a barra inteira. Nos fins de semana, um pedaço de pizza mas não todos os dias.

confira: Shake Caseiro para secar barriga rapidamente

Adote um estilo de vida saudável e mantenha os novos hábitos

Quem não sabe mudar a dieta de uma vez por todas não sabe que outros bons hábitos também podem ajudar muito.

Comer apenas alimentos naturais é ótimo, mas saúde é muito mais do que isso. Você se sente equilibrado em seu corpo e mente? Isso interfere diretamente na educação alimentar.

É importante destacar que ninguém se sente bem o tempo todo e está tudo bem.  Tristeza, dor, estresse, tudo isso aparece de vez em quando. O importante é que não na maioria das vezes. Outros hábitos saudáveis ​​também podem ajudá-lo a se manter saudável.

Exercícios físicos, dieta alimentar, meditação e outros hábitos contribuem para a qualidade de vida. Este é um equilíbrio completo. É isso que faz você perceber que está ansioso (o) e que há razões para isso. Não será a comida que irá satisfazer a demanda.

Essa sabedoria e inteligência emocional e física vêm com o tempo. Portanto, ao desenvolver novos hábitos, mantenha-se firme até que esteja firme.

Mesmo se você mudar seus hábitos alimentares e seguir uma direção saudável, não se culpe quando comer demais. Nos próximos dias, você precisa relaxar e deixar seu corpo funcionar normalmente, nada mais.

Comer é um prazer! Mesmo tendo uma dieta saudável, você pode passar mais tempo com seus entes queridos. Não há culpa e interferência.

Algumas pessoas que têm dificuldade em mudar seus hábitos gostam de registrar tudo o que comem para entender o que comem. Algumas pessoas compartilham suas refeições para que fiquem mais motivadas para continuar sua educação alimentar.

Em qualquer caso, tudo o que o beneficie e o ajude a manter uma rotina saudável é eficaz.