Depressão e ansiedade – Conheça alimentos que podem te ajudar a lidar com a doença

Autor(a):

A depressão é uma doença mental caracterizada por mau humor ou perda de interesse, alterações de apetite, problemas de sono e fadiga, entre outros; é comum entre pessoas com doenças físicas graves, como câncer, doenças cardíacas, derrame, diabetes e artrite – condições em que o corpo não pode funcionar adequadamente sem que o cérebro envie sinais para o resto do corpo para continuar funcionando corretamente; a depressão também pode ser causada por luto, estresse, abuso ou outras experiências traumáticas; enquanto a ansiedade pode variar de preocupação com coisas como dificuldades financeiras, problemas familiares, trabalho ou saúde a um sentimento de pânico ou terror.

A doença afeta mais de 300 milhões de pessoas de todas as idades em todo o mundo. No Brasil, a média de brasileiros acometidos pela doença é estimada em 5,8% em 2021.

Diferença entre depressão e ansiedade

Por serem muitas vezes confundidos entre si, vale ressaltar quais são as principais características que distinguem a depressão da ansiedade.

A ansiedade pode ser caracterizada por sentimentos desagradáveis, inquietação ou até mesmo um senso de urgência.

A ansiedade pode ser considerada um transtorno se ocorrer em momentos irracionais, ou momentos marcados pela intensidade de forma persistente.

A depressão, por outro lado, é uma doença de todo o organismo, afetando tudo, desde o corpo até as emoções e o pensamento.

Nesse caso, há uma mudança na forma de ver e sentir a realidade, que acaba por alterar o humor, a personalidade, a alimentação, o sono e até mesmo o que se sente em relação a si mesmo.

Sintomas da depressão

Vale lembrar que apesar dos muitos sintomas característicos, a avaliação e o diagnóstico médico são necessários para que os pacientes saibam como lidar com a doença.

Abaixo você verá alguns dos sintomas mais comuns:

  • Sentimento de indiferença;
  • Falta de motivação;
  • Medos que não existiam antes;
  • Dificuldade de concentração;
  • Perda ou aumento de apetite;
  • Alto grau de pessimismo;
  • Indecisão;
  • Insegurança;
  • Insônia;
  • Falta de vontade de realizar atividades que antes eram prazerosas;
  • Sensação de vazio;
  • Irritabilidade;
  • Raciocínio mais lento;
  • Esquecimento;
  • Angústia.

Tipos de depressão

Assim como outras doenças, a depressão tem diferentes tipos e se manifesta de maneiras diferentes, dependendo da pessoa, de seus hábitos e fatores de risco.

Confira os seguintes tipos de doenças:

  • Transtorno depressivo persistente;
  • Transtorno afetivo bipolar;
  • Transtorno afetivo sazonal;
  • Depressão psicótica;
  • Depressão perinatal ou pós-parto.

Também é importante lembrar que saber com antecedência o que é e o que não é depressão é importante.

Fatores de risco

Como mencionado anteriormente, a forma como a doença se manifesta depende de vários fatores, um dos quais é o fator de risco. Abaixo está uma lista dos principais fatores de risco:

  • Abusos;
  • Medicações específicas;
  • Conflitos;
  • Morte ou perda;
  • Genética;
  • Problemas pessoais.

Você pode combater a depressão comendo certos alimentos.

Além de ser tratado com medicamentos apropriados, comer certos alimentos pode ajudar quem sofre dessa condição.

  • Folhas verdes: Adoção de dieta rica em vitamina folato está diretamente relacionada à menor incidência de sintomas no organismo do paciente;
  • Mel: Estimula a produção de serotonina, o que resulta em sensações de prazer e bem-estar;
  • Ovo: Contém um complexo vitamínico responsável pela regulação do humor;
  • Banana e abacate: A banana ajuda a reduzir a ansiedade e a regular o sono, enquanto o abacate é um grande aliado para a saúde mental;
  • Laranja e maçã: Ajuda o sistema nervoso a funcionar corretamente e aumenta a energia;
  • Leite e iogurte magro: Uma fonte de cálcio que ajuda a eliminar a tensão e a controlar a tensão.
error: Content is protected !!