Fígado, veja alguns alimentos bons para esse órgão

0
1251

É importante comer alimentos que façam bem ao fígado, pois uma das muitas funções desse órgão é desintoxicar o corpo. Ao longo do dia, eventualmente consumiremos muitas toxinas, mas por meio dos alimentos podemos aumentar a atividade do fígado.

As frutas cítricas, as maçãs e os abacates, as cenouras, as beterrabas e até o chá verde têm ingredientes que ajudam os órgãos a metabolizar as toxinas e evitam que prejudiquem o corpo humano.

Você quer saber como isso funciona? Continue lendo este artigo porque “Remédios caseiros” lista os 10 melhores alimentos para o fígado, como eles atuam no corpo e alguns hábitos que ajudam a prevenir doenças, e lista esses alimentos.Confira!

Alimentos para o fígado

Maçãs, tomates, repolho e azeite são bons alimentos para o fígado. Mas este não é o único! Tudo o que comemos e bebemos afeta diretamente nossa saúde, assim como o fígado (órgão responsável pela limpeza do corpo).

Portanto, é importante manter uma dieta rica em antioxidantes, que podem atuar como desintoxicantes naturais e melhorar o funcionamento dos órgãos. Aqui estão os 10 melhores alimentos para manter o fígado saudável!

Maçã

Maçãs vermelhas isoladas no fundo branco Foto Premium

As maçãs são boas para o fígado por dois motivos. O primeiro é uma grande quantidade de fibra solúvel, que desempenha um papel direto na redução do acúmulo de gordura no fígado.

Isso porque essas substâncias atuam com os ácidos biliares para reduzir a absorção de gordura pelos órgãos e facilitar a eliminação da gordura pelas fezes.

Outra razão pela qual as maçãs se tornaram aliadas do fígado é a presença de antioxidantes. Especialmente os compostos fenólicos podem proteger os órgãos dos danos causados ​​pelos radicais livres.

São substâncias produzidas durante a oxidação celular, mas podem causar alguns problemas ao fígado e podem levar ao desenvolvimento de muitas doenças degenerativas.

Tomate

Tomate fresco Vetor grátis

Os tomates contribuem para a produção e o metabolismo da glutationa, que é a “mãe” de todos os antioxidantes e tem um efeito desintoxicante no fígado.

Isso faz com que comer tomates (de preferência tomates crus) ajude a aumentar a glutationa. Além de estimular o crescimento de outros tipos de antioxidantes poderosos no organismo, como o licopeno e os carotenóides.

Dessa forma, as frutas ajudam a proteger os órgãos dos danos causados ​​por toxinas, radicais livres e outros elementos externos ingeridos ao longo do dia.

Esses benefícios foram confirmados em um estudo publicado em 2011. Nesse estudo, foi comprovado que as frutas têm efeito positivo nos danos causados ​​pela ação do tetrahidrocarboneto, substância que mimetiza os efeitos nocivos do vírus causador da hepatite.

Espinafre

Espinafre em cima da mesa Foto gratuita

Para quem quer ingerir glutationa naturalmente, outro excelente alimento é o espinafre. Os vegetais contêm muitos antioxidantes, por isso é uma parte importante do processo de limpeza do fígado.

Mais importante ainda, é rico em vitaminas como K, A, C e E, e os três últimos atuam como antioxidantes no corpo. Portanto, o espinafre deve ser a dieta de quem quer cuidar melhor do fígado.

Mas tome cuidado, os vegetais contêm muito oxalato, essa substância é difícil de absorver vários minerais, podendo até causar cálculos renais. Portanto, folhas em excesso não devem ser consumidas.

Frutas cítricas

Frutas cítricas e folhas no fundo de madeira, espaço para texto Foto Premium

Frutas cítricas, como laranja e limão, também apresentam muitas vantagens para a saúde do fígado. Isso porque eles têm a capacidade de aumentar a produção de soro protetor, que pode cobrir os órgãos e prevenir danos.

Ao mesmo tempo, os fitoquímicos dessas frutas reduzem o teor de bilirrubina, substância excretada na urina, e seu alto teor indica problemas hepáticos.

Finalmente, os óleos essenciais encontrados nas cascas de frutas cítricas também têm a capacidade de reduzir a absorção do colesterol. A longo prazo, isso pode evitar o acúmulo de gordura nos tecidos.

Cenoura

Cenouras prontas para comer Foto gratuita

As cenouras são ricas nos chamados compostos carotenóides, especialmente β-caroteno e retinol, que são componentes da vitamina A e atuam como poderosos antioxidantes no corpo.

Isso foi descoberto em um teste com tetracloreto de carbono, no qual se descobriu que os fitoquímicos da cenoura podem prevenir a maior parte dos danos causados ​​por fatores externos, como vírus e álcool.

Beterraba

Rodada fatias texturizadas de beterraba Foto gratuita

Além dos altos níveis de carotenóides, a beterraba também é rica em uma substância chamada betaína, que faz as raízes parecerem vermelhas. Outras substâncias benéficas presentes nesta raiz são os compostos fenólicos.

Todos esses antioxidantes importantes podem proteger o fígado dos danos causados ​​pela ingestão de certos tipos de drogas e álcool.

Ao mesmo tempo, as raízes também aumentam o conteúdo de glutationa, ao mesmo tempo que reduzem o conteúdo de outros elementos prejudiciais ao funcionamento normal do órgão. A xantina oxidase é um exemplo. Ela produz ácido úrico. A produção excessiva de ácido úrico pode causar sérios danos ao fígado e aos rins.

Repolho

Cabeça de repolho Foto gratuita

O repolho, especialmente o branco, é rico em substâncias chamadas isotiocianatos. São compostos antioxidantes poderosos produzidos pelos glucosinolatos, abundantes nos vegetais e responsáveis ​​por seu sabor levemente picante.

No corpo, o isotiocianato tem a capacidade de estimular a produção de bile. Dessa forma, ajuda a prevenir um problema chamado colestase, que ocorre quando o corpo não consegue produzir bile suficiente e o fígado não consegue metabolizar a gordura.

Para uma lista completa dos benefícios dos vegetais, podemos citar os compostos fitoquímicos do repolho. Esses elementos também inibem a produção de enzimas que causam danos e têm um efeito antinecrótico nas células do fígado.

Azeite de oliva

Garrafa de azeite de oliva com azeitonas amarelas e espaço para texto Foto gratuita

A escolha do azeite de oliva no preparo dos alimentos também é um hábito que beneficia o fígado. Isso se deve principalmente à grande quantidade de antioxidantes no produto.

Mais importante ainda, o azeite de oliva é rico em gorduras, tem efeitos anti-inflamatórios, libera substâncias protetoras dos órgãos e tem funções anticelulite. Em outras palavras, ajuda a prevenir o acúmulo de gordura no fígado.

Dessa forma, o órgão em questão só pode metabolizar as substâncias necessárias para a manutenção do organismo.

confira: Como eliminar as toxinas dos rins, fígado e bexiga de forma natural

Chá verde

Xícara de chá verde em cima da mesa Foto gratuita

O chá verde é usado há milhares de anos e é conhecido mundialmente por suas propriedades medicinais. Para quem adora uma xícara de chá, a boa notícia é que esse chá também é muito benéfico para o fígado.

Isso ocorre devido à presença das catequinas, que são compostos fenólicos e poderosos antioxidantes. Após a ingestão, eles têm a capacidade de inibir os danos causados ​​pelo vírus que causa a hepatite C.

Além de interromper o processo de necrose (que é a morte celular), também previne a fibrose hepática durante o período de recuperação.

Abacate

O último alimento da lista é o abacate. As frutas são ricas em fitoquímicos antioxidantes chamados fenóis e flavonóides, que ajudam a prevenir danos causados ​​pela ingestão de substâncias tóxicas para o fígado e reduzem o risco de certas doenças.

Além disso, o abacate estimula o funcionamento do fígado, para que ele possa ser totalmente utilizado. Para garantir a saúde de todo o corpo.

Hábitos que ajudam a prevenir doenças

Você viu neste artigo 10 alimentos que são bons para o fígado. O consumo regular desses alimentos pode ajudar a prevenir várias doenças que geralmente afetam os órgãos.

Porém, é inútil simplesmente começar a comer todos os alimentos mencionados sem promover mudanças radicais no estilo de vida. Veja as seguintes recomendações do Ministério da Saúde sobre hábitos para tornar o fígado mais saudável:

  • Evite beber álcool, porque o álcool destrói as células e sobrecarrega o fígado. O fígado precisa trabalhar mais para remover as toxinas
  • Evite a autoadministração porque alguns medicamentos são hepatotóxicos. Em outras palavras, eles podem causar danos graves ao fígado
  • Mantenha uma alimentação saudável, rica em alimentos naturais
  • Manter o peso, pois o excesso de gordura corporal pode pressionar os órgãos
  • Exercite regularmente
  • Evite comer muitos carboidratos e aumente a ingestão de fibras.

Afinal, quais são as funções do fígado?

O fígado tem diversas funções, entre elas: metabolizar e armazenar vários nutrientes ingeridos pelos alimentos, formando a bile, que é um líquido que atua como limpador, quebra as partículas de gordura e ainda está coagulando.

Além disso, esse órgão também é considerado as glândulas exócrinas e endócrinas. Ou seja, ele libera secreções e outras substâncias no sangue e no sistema linfático.

Para cumprir sua importância para o organismo, é repleto de macrófagos fagocíticos. Trata-se de um tipo de células defensivas do corpo humano que têm a capacidade de rastrear e engolir micro-organismos prejudiciais à saúde. Portanto, ele também desempenha um papel importante no sistema imunológico.

Tudo isso o torna o maior órgão do corpo humano e um dos maiores órgãos da cavidade abdominal, sendo também considerada a maior glândula do corpo humano. O fígado saudável de um adulto é responsável por 2% de seu peso total e geralmente pesa cerca de 1,5 kg.

confira: 10 chás para eliminar gordura no fígado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui