Glaucoma: É capaz de roubar a sua visão de forma silenciosa

Autor(a):

Glaucoma é uma doença do nervo óptico que geralmente ocorre de forma gradual. Geralmente não há dor ou sintomas relacionados à visão, especialmente nos estágios iniciais de desenvolvimento, mas o glaucoma pode levar à perda severa de visão e cegueira se não for tratado antes de se tornar muito grave.

É uma doença sem sintomas óbvios, principalmente nos estágios iniciais de seu desenvolvimento, pois não causa dor ou alterações na visão.

Como resultado, a doença pode progredir sem tempo suficiente para que o paciente determine sua presença para reverter a situação.

Assim, a visão é perdida de forma gradual e irreversível. O primeiro sinal claro da doença é que a pessoa sente que “pode ​​ver através do túnel”.

Glaucoma é doença silenciosa e que começa afetando a visão periférica

Os oftalmologistas relatam que os pacientes com glaucoma muitas vezes chegam ao consultório com perda da visão periférica. Em outras palavras, seria como se a pessoa tivesse uma visão restrita do lado, como em um túnel.

Com o tempo, a doença pode, infelizmente, piorar e a visão central também é perturbada. Desta forma, o cidadão pode perder completamente a visão.

Nesse sentido, o tratamento correto e antecipado visa retardar ou bloquear a visão dos sintomas e, assim, preservar a visão da pessoa.

Metade dos pacientes não sabem que têm a doença

O desafio do glaucoma é sua sutileza e, por ser assintomático, é chamado de “ladrão silencioso da visão”.

Como resultado, 50% dos pacientes com patologia desconhecem seu risco. É o que mostram os dados coletados pela World Glaucoma Society.

 

A Semana Mundial do Glaucoma é celebrada entre 6 e 12 de março. Esta data refere-se a atividades de sensibilização para o diagnóstico precoce da doença. Afinal, quanto mais cedo sua existência for descoberta, mais eficaz será o tratamento para manter a visão do paciente intacta.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a patologia é listada como a principal causa de cegueira nos países desenvolvidos. Portanto, todas as pessoas devem fazer exames de rotina para avaliar a visão, principalmente aquelas com 40 anos ou mais.

error: Content is protected !!