Sentindo fome depois de comer: Porque acontece e o que fazer?

0
328

Sentindo fome depois de comer: Porque acontece e o que fazer?Mesmo após uma refeição, muitas pessoas já sentiram o desejo de comer. A fome é uma maneira de o corpo se avisar de que precisa de mais comida.

É estranho que uma pessoa sinta fome mesmo depois de comer. No entanto, isso é comum entre muitas pessoas. Neste artigo, explicaremos por que isso acontece e como controlá-lo.

Recomendamos: Bebida poderosa para perda rápida de peso em 5 dias

Principais Causas

Há uma sensação de fome mesmo após uma refeição. Vamos listar as possíveis razões pelas quais você sente fome depois de comer e explicar uma a uma.

1- Composição da Refeição

Imagine que duas refeições tenham as mesmas calorias, mas uma refeição é rica em proteínas e a outra refeição é rica em gorduras e carboidratos. Uma refeição com o maior teor de proteínas é mais satisfatória do que uma refeição com alto teor de carboidratos. Existem alguns estudos que apoiam essa afirmação e, como é o caso, este estudo vincula uma dieta rica em proteínas ao controle do apetite e perda de peso.

Além disso, em nosso corpo, nossos hormônios estimulam a saciedade. Vários estudos mostraram que uma dieta rica em proteínas pode estimular a liberação desses hormônios, incluindo peptídeo YY, colecistocinina (CCK) e glucagon.

A fibra também é um ingrediente importante na dieta. É um carboidrato que leva mais tempo para digerir, o que atrasa o esvaziamento do estômago. Estudos demonstraram que a fibra também promove a liberação de peptídeos glucagon e YY, dois hormônios que suprimem o apetite.

Os alimentos ricos em proteínas devem incluir uma refeição de carne (peito de frango, carne magra, peru), camarão, ovos. Também deve incluir alimentos com fibras, como legumes, nozes e frutas.

Se sua dieta é pobre em proteínas e fibras e você sente fome depois de comer, tente introduzir mais alimentos desse tipo, o que melhorará sua saciedade.

2- Recetores do estômago

No estômago, existem alguns receptores que desempenham um papel importante após as refeições, após as refeições e a fome.

Esses receptores detectam que os alimentos estão atingindo o estômago e enviam essas informações ao cérebro, o que causará saciedade e reduzirá o apetite e a fome. No entanto, esses receptores não dependem do tipo de alimento que você come, mas da quantidade de alimento que você come, como mostrado neste estudo.

No entanto, embora esses receptores causem uma sensação de saciedade durante ou após uma refeição, esse sentimento não dura muito.

Eles podem ajudar a reduzir a ingestão de alimentos, mas, como mostram este estudo e este estudo, você sentirá fome novamente após uma refeição curta. Portanto, se você ainda estiver insatisfeito após uma refeição, tente comer uma grande quantidade de comida com baixas calorias, pois isso pode ajudar a controlar o apetite.

Um estudo também mostrou que beber água antes ou depois de uma refeição aumenta a quantidade de comida no estômago, ativa os receptores e alcança a saciedade mais rapidamente, reduzindo assim o desejo de continuar comendo.

3- Resistência à leptina

A leptina é um hormônio que transmite sinais sociais para o cérebro, por isso pode fazer com que você já esteja satisfeito com sua refeição e não queira comer mais. A leptina é produzida pelas células adiposas (adipócitos), de modo que as pessoas com mais gordura tendem a ter maiores concentrações desse hormônio no sangue.

No entanto, em alguns casos, mesmo depois de comer, problemas hormonais podem explicar a fome. Se a leptina não estiver funcionando adequadamente e não puder transmitir informações adequadamente ao cérebro, ocorre a chamada resistência à leptina. Esta situação é muito comum em algumas pessoas obesas.

Isso significa que, embora as pessoas com altos níveis de gordura possuam muita leptina no sangue, esse hormônio é produzido pelas células adiposas e, portanto, não pode funcionar adequadamente. Isso impedirá que seu cérebro “ative as funções ativadas” e continue a comer fome saturada. Isso é resistência à leptina.

É preciso algum esforço para reduzir a resistência à leptina. Estudos demonstraram que exercícios físicos regulares, reduzindo a ingestão de açúcar, aumentando a ingestão de fibras e o sono adequado podem ajudar a reduzir essa resistência.

4- Fatores comportamentais que influenciam a (falta de) saciedade

Além dos três fatores acima, existem alguns comportamentos que podem explicar por que você ainda sente fome, mesmo depois de comer, que pode ser o comportamento mais comum entre as pessoas com esse problema.

  • Distração durante as refeições: vários estudos mostraram que as pessoas que se distraem após uma refeição ficam menos cheias depois de comer e querem comer mais durante o dia.
  • Comer muito rápido: alguns estudos mostraram que as pessoas que comem muito rápido tendem a ficar menos cheias do que as que comem mais devagar. Você pode ver dois desses estudos aqui e aqui.
  • Estresse: Esta é a causa de muitos problemas em nosso corpo e é em grande parte devido aos hormônios cortisol que aparecem sob estresse. O cortisol aumenta a fome e o desejo de comer. Se você costuma se sentir estressado, seu cortisol pode aumentar e aumentar seu desejo de comer.
  • Exercício físico excessivo: ao fazer muito exercício, o metabolismo tende a ser mais rápido. Dessa forma, seu apetite será maior, porque seu corpo precisa de mais comida para apoiar seu exercício. Como este estudo sugere.
  • Sono irregular: O sono é muito importante para regular os hormônios. Vimos que certos hormônios desempenham um papel importante na regulação do apetite. Conforme sugerido por este estudo, se o seu tempo de sono não for controlado, seu apetite também pode não ser controlado.
  • Hiperglicemia e resistência à insulina: como este estudo mostra, se o açúcar no sangue estiver alto e a insulina não funcionar adequadamente, isso pode levar ao aumento da fome.

Concluindo

Estar com fome com frequência, principalmente após uma refeição, é muito comum para muitas pessoas.

Esta situação está relacionada principalmente a uma dieta pobre em proteínas e fibras e rica em gordura. No entanto, algumas condições clínicas e comportamentais podem realmente interferir na regulação do apetite.

Com base em evidências científicas, pratique moderadamente, durma regularmente, coma proteínas e fibras durante as refeições, evite gordura e açúcar, pratique ioga e meditação para reduzir o estresse e concentre-se em comer enquanto come.Estas são algumas das sugestões que fizemos com base em evidências científicas. Pode reduzir o desejo de comer.

Veja também: Remédios caseiros para Pressão alta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui